Pesquisar:

CADASTRE-SE AQUI:


Nome:

E-mail:

Por: Corridas de cavalos

Turfe - Definida a carreira de grupo 3 da seletiva latina 2018

22/01/2018 às 10:55:58

 

No jockey club do Rio de Janeiro C. Lavor como um leão  pegou a vaga na seletiva para o latino 2018 com o páreo GP Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

Vitória espetacular de Leão de Prata no GP Prefeitura da Cidade do RJ (G3) – Seletiva para o Latino 2018

Numa atropelada sensacional, com Carlos Lavor mostrando porque é o piloto em atividade  no país com o maior número de vitórias, fazendo um perfeito trabalho com o chicote na direita e na canhota, Leão de Prata alcançou Last Hope no último pulo para levar a melhor no Grande Prêmio Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (G3), carreira Seletiva para o Latino 2018. O páreo, em 1.900 metros, pista de areia macia, classificou o cavalo de Luis Antonio Ribeiro Pinto para correr, em Maroñas, Uruguai, dia 11 de março, o Gran Premio Asociación Latinoamericana de Jockey Clubes e Hipódromos (G1) e foi a atração principal da reunião deste domingo21 de janeiro, no Hipódromo da Gávea.

Campo cheio e largada penas regular, uma vez que First Amour pulou com atraso. Instigado por seu piloto, Bold Retriever resolutamente assumiu o comando das ações com Soldier Of Mondesir em segundo. Capitólio, Know How, Desejado Outplay, Numba Juan, Peter-Pilotto, Last Hope, Guaruman, Public Job, Enólogo, Departure Time, Leão de Prata e First Amour vinham na sequência. Puxando ritmo forte, de acordo com a categoria dos inscritos, Bold Retriever tirava alguns dos rivais do natural e tanto Soldier Of Mondesir quanto Capitólio já vinam bem procurados por seus pilotos no grande curva. Last Hope melhorava pela cerca interna e Leão de Prata ainda vinha no0 bloco de trás.

Jockey

Na hora da verdade, Last Hope, que vinha na esteira de Bold Retriever, foi arrancado para linha três e começou a caça a Bold Retriever. Pelo meio de pista, Guaruman apresentava-se e Leão de Prata emergia do fudno do lote. Last Hope tomou conta da situação e chegou a dar fila de vitória, ao abrir dois corpos sobre o lote. Entretanto, com Carlos Lavor em dia de Carlos Lavor, Leão de Prata embalou, o pilto trocou o chicote para a esquerda e depois para a direita, fazendo com que Leão de Prata pegasse Last Hope no último salto e conquistando o direito de representar o Jockey Club Brasileiro em maroñas. Em grande performance, Bold Retriever terminou em terceiro, com Desejado Outplay em quarto e Enólogo na quinta colocação.

cavalos de corrida

Na sua segunda ponta e dupla na reunião (Extraordinaria e Firmeza, a outra), Julio Cezar Sampaio mostrou a conhecida competência para preparar um PSI e trouxe Leão de Prata do CT Dedo de Deus em forma sensacional, como de hábito. O ganhador, um filho de Crimson Tide e L’escapade, por Aksar, de criação e propriedade do Stud São Francisco da Serra, de Sir Luis Antonio Ribeiro Pinto. Na sua quinta vitória, a primeira nobre, Leão de Prata parou os cronômetros em 2min02s10.

 

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

fonte:

http://www.jcb.com.br/home/noticias/138732/vitoria-espetacular-de-leao-de-prata-no-gp-prefeitura-da-cidade-do-rj-g3-seletiva-para-o-latino-2018/

 

voltar





informações sobre o colunista:
- E-mail:
imprensa@redeequestre.com
- Nome Coluna: Rede Equestre
- Última postagem:




© 2014 - jornalequestre.com - O Hipologista. Todos direitos reservados. É proíbida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.